Casa

Sobrenomes italianos

Confira os TOP 10 sobrenomes mais pesquisados em nosso site, e, mais abaixo na página, uma lista de "A" a "Z" de alguns sobrenomes italianos com suas respectivas origens etimológicas, significados, variações, incidência na Itália e inclusive a história do sobrenome. Surpreenda-se. Confira!

voltar ao site

Top 10

Somente sobrenomes italianos encontrados
Sobrenomes Italianos mais pesquisados
99.696 pesquisas encontradas.

99.696 pesquisas encontradas.

Conheça a história de alguns sobrenomes italianos

Os significados, variações, incidência na Itália e muito mais. Confira abaixo.
Créditos: Filius Quondam, 2009 - Ciro Mioranza (Author).

AGATA
[ágata]

Sobrenome raro e tipicamente meridional, concentran¬do-se de modo particular nas regiões da Sicília, Basilicata e Campânia. Hoje está presente em somente 25 dos 8.103 municípios italianos. Suas origens eti¬mológicas remontam ao grego agathé, boa, correta. Recorda o nome de popu¬lar santa, mártir na cidade siciliana de Catânia, no século III. O sobrenome é um matronímico e evoca a ancestral fundadora desse tronco familiar, com o significado de "filho de Ágata Pode constituir também um toponímico, refe¬rindo-se, nesse caso, ao ancestral fundador do núcleo familiar que seria oriun¬do de uma das dez cidades italianas denominadas Sant4gata ou de uma das muitas localidades de igual nome. Variantes e derivados: DAgata, DailAgata, 137 DeilAgata, Agati, Agadi, Agatani, Agatelio, Agatensi, Agatielio, Agatini, Agatoni, Santagà, San tagada, San tagata, Santagati.

Sobrenome raro e tipicamente meridional, concentran¬do-se de modo particular nas regiões da Sicília, Basilicata e Campânia. Hoje está presente em somente 25 dos 8.103 municípios italianos. Suas origens eti¬mológicas remontam ao grego agathé, boa, correta. Recorda o nome de popu¬lar santa, mártir na cidade siciliana de Catânia, no século III. O sobrenome é um matronímico e evoca a ancestral fundadora desse tronco familiar, com o significado de "filho de Ágata Pode constituir também um toponímico, refe¬rindo-se, nesse caso, ao ancestral fundador do núcleo familiar que seria oriun¬do de uma das dez cidades italianas denominadas Sant4gata ou de uma das muitas localidades de igual nome. Variantes e derivados: DAgata, DailAgata, 137 DeilAgata, Agati, Agadi, Agatani, Agatelio, Agatensi, Agatielio, Agatini, Agatoni, Santagà, San tagada, San tagata, Santagati.
AGGIO
[ádjo]

Sobrenome bastante frequente e típico do norte da Itália, figurando hoje em 154 dos 8.103 municípios italianos. Sua incidência mais expressiva se registra nas regiões do Vêneto, da Lombardia e do Piemonte. Trata-se de variante dialetal do mais difundido Aglio. Do latim alium, alho, relembra o cultivador e mercador de alho. Variantes e derivados: Dall4glio, Dell2tglio, Agliata, Aglieri, Aglietti, Aglini, Aglíocchi.

Sobrenome bastante frequente e típico do norte da Itália, figurando hoje em 154 dos 8.103 municípios italianos. Sua incidência mais expressiva se registra nas regiões do Vêneto, da Lombardia e do Piemonte. Trata-se de variante dialetal do mais difundido Aglio. Do latim alium, alho, relembra o cultivador e mercador de alho. Variantes e derivados: Dall4glio, Dell2tglio, Agliata, Aglieri, Aglietti, Aglini, Aglíocchi.
ALIGHIERI
[aliguiêri]

Sobrenome raro, presente hoje em 26 dos 8.103 municípios italianos, em grande parte situados na região da Toscana. Suas raízes etimológicas remontam ao nome germânico Alagair, Alagier (formado de ala, tudo, de todo, e gaira, lança, com um sentido impreciso, mas que se relaciona com a bravura e a destreza no manuseio da lança). Latinizado em variadas formas, como Alagherius, Alacherius, Alaghierus, o sobrenome se define com a expressão medieval latina fihius quondam Alaghieri (filho do senhor Alaghierus) que, posteriormente, evolui para Alighieri. É o sobre¬nome do maior poeta medieval italiano, autor da Divina Comédia, Dante Alighieri (1265-1321).

Sobrenome raro, presente hoje em 26 dos 8.103 municípios italianos, em grande parte situados na região da Toscana. Suas raízes etimológicas remontam ao nome germânico Alagair, Alagier (formado de ala, tudo, de todo, e gaira, lança, com um sentido impreciso, mas que se relaciona com a bravura e a destreza no manuseio da lança). Latinizado em variadas formas, como Alagherius, Alacherius, Alaghierus, o sobrenome se define com a expressão medieval latina fihius quondam Alaghieri (filho do senhor Alaghierus) que, posteriormente, evolui para Alighieri. É o sobre¬nome do maior poeta medieval italiano, autor da Divina Comédia, Dante Alighieri (1265-1321).
AMANTE
[amánte]

Sobrenome esparso em grande parte do território italiano, presente hoje em 157 dos 8.103 municípios italianos, com maiores índices de frequência nas regiões setentrionais do Piemonte e da Lombardia e nas meridionais da Sicília, Calábria, Campânia e Lácio. Do latim amans, amantis, amante, com o claro sentido de quem ama, de quem está cheio de amor, apaixonado, mas, no contexto cristão medieval, também com a acepção de quem ama a Deus. Em princípio, é um apelativo, embora em épocas passa¬das fosse também difundido como nome próprio, caso em que o sobrenome se fixa com a expressão italiana medievalfiglio de Ser Amante (filho do s,nhni - - 139 Amante). Variantes e derivados: Amanti, Amantini, Amantino, Amantis, Amanzio (do nome latino Amantius, derivado de amans, amantis), D'Amante, Damante, Damanti.

Sobrenome esparso em grande parte do território italiano, presente hoje em 157 dos 8.103 municípios italianos, com maiores índices de frequência nas regiões setentrionais do Piemonte e da Lombardia e nas meridionais da Sicília, Calábria, Campânia e Lácio. Do latim amans, amantis, amante, com o claro sentido de quem ama, de quem está cheio de amor, apaixonado, mas, no contexto cristão medieval, também com a acepção de quem ama a Deus. Em princípio, é um apelativo, embora em épocas passa¬das fosse também difundido como nome próprio, caso em que o sobrenome se fixa com a expressão italiana medievalfiglio de Ser Amante (filho do s,nhni - - 139 Amante). Variantes e derivados: Amanti, Amantini, Amantino, Amantis, Amanzio (do nome latino Amantius, derivado de amans, amantis), D'Amante, Damante, Damanti.
AMERIGHI
[amerígui]

Pouco frequente, o sobrenome ocorre em 105 dos 8.103 municípios italianos, em sua maioria situados na região da Toscana. Suas origens etimológicas remontam ao nome germânico Haimirik (formado de haimi, pátria, lar, e rikia, poderoso, senhor, dono, com o senti¬do de poderoso em sua pátria, senhor de seu lar). Latinizado em Haimiricus, Haimericus, Hanricus, Henricus, Hendricus, Aimericus, Americus, Arnerigus, Anrigus, Arrigus, etc., o sobrenome reflete a forma latina Amerigus e se defi¬ne por meio da expressão medievalfiuius quondam Amerigi (filho do senhor Amerigus) que se fixa, depois, com a grafia Amerighi. Há duas observações merecedoras de destaque neste nome e sobrenome. A primeira se refere ao navegador italiano Amerigo Vespucci (1454-1512), que foi aportuguesado em Américo Vespúcio: a serviço da Espanha e de Portugal, realizou diversas via¬gens ao Novo Mundo, aportando inclusive no Brasil em 1501 e 1502; de seu nome deriva a denominação do novo continente, América, em detrimento do verdadeiro descobridor, conterrâneo dele, Cristoforo Colombo (1450-1506), que emprestou seu nome à Colômbia... A segunda observação se relaciona com o próprio nome Haimirik: verificando as variadas latinizações que so¬freu na Idade Média, pode-se facilmente deduzir que Américo (Americus) e Henrique (Henricus) são sinônimos, pois, remontam a raízes linguísticas idênticas. Variantes e derivados: Americi, Amerigo, Arríghi, Arrigo, Arrighini, Arrigoni, Arrigotti, Arrigucci, Enrico, Errico, Enrichetti, Enrici, Errici, Endrigo, Endrighi, Endrici, Endrizzi, Enrichi, Enrigo, D'Enrico.

Pouco frequente, o sobrenome ocorre em 105 dos 8.103 municípios italianos, em sua maioria situados na região da Toscana. Suas origens etimológicas remontam ao nome germânico Haimirik (formado de haimi, pátria, lar, e rikia, poderoso, senhor, dono, com o senti¬do de poderoso em sua pátria, senhor de seu lar). Latinizado em Haimiricus, Haimericus, Hanricus, Henricus, Hendricus, Aimericus, Americus, Arnerigus, Anrigus, Arrigus, etc., o sobrenome reflete a forma latina Amerigus e se defi¬ne por meio da expressão medievalfiuius quondam Amerigi (filho do senhor Amerigus) que se fixa, depois, com a grafia Amerighi. Há duas observações merecedoras de destaque neste nome e sobrenome. A primeira se refere ao navegador italiano Amerigo Vespucci (1454-1512), que foi aportuguesado em Américo Vespúcio: a serviço da Espanha e de Portugal, realizou diversas via¬gens ao Novo Mundo, aportando inclusive no Brasil em 1501 e 1502; de seu nome deriva a denominação do novo continente, América, em detrimento do verdadeiro descobridor, conterrâneo dele, Cristoforo Colombo (1450-1506), que emprestou seu nome à Colômbia... A segunda observação se relaciona com o próprio nome Haimirik: verificando as variadas latinizações que so¬freu na Idade Média, pode-se facilmente deduzir que Américo (Americus) e Henrique (Henricus) são sinônimos, pois, remontam a raízes linguísticas idênticas. Variantes e derivados: Americi, Amerigo, Arríghi, Arrigo, Arrighini, Arrigoni, Arrigotti, Arrigucci, Enrico, Errico, Enrichetti, Enrici, Errici, Endrigo, Endrighi, Endrici, Endrizzi, Enrichi, Enrigo, D'Enrico.

Pág. 1 de 27 ( 134 registros)
«12345678910...»

Pág. 1 de 27 ( 134 registros)
«12345678910...»

Saber mais



Curta a nossa FanPage