Login
Casa

Os nomes dos bebês italianos.

11/05/2021
05 minutos para o fim da leitura
Por: A Casa do Imigrante Italiano

Nomes das meninas italianas - 2020.

O nome mais bonito escolhido para menina foi Sofia.

Como foi em 2019?

Em 2019, o nome mais escolhido para meninas italianas foi Sofia.

O nome Sofia vence pelo segundo ano consecutivo como o nome mais escolhido pelas mães italianas. No ano de 2019, o nome Sofia foi escolhido em 2.87% do total de nascimentos, chegando ao número de 5.851 meninas. Já o segundo nome mais escolhido nesse ano foi Aurora, representando 2.69% do total, alcançando o número de 5.467 meninas. Já o terceiro nome mais escolhido nesse ano foi Giulia, com 2.63% do total, chegando à 5.352 meninas italianas. Não mudou muito esse panorama dos nomes escolhidos pelas mães italianas para colocarem em seus filhos, em 2019. Sofia, Aurora e Giulia se revezam na liderança.

Nomes dos meninos italianos - 2020.

O nome mais bonito escolhido para menino foi Leonardo.

Como foi em 2019?

Em 2019, o nome mais escolhido para meninos italianos também Foi Leonardo.

O nome italiano Leonardo foi o mais escolhido pelas mães italianas para colocarem em seus filhos, em 2019, com 3.64% do total, chegando a 7.786 meninos, seguido de Francesco, com 2.78%, e Lorenzo, com 2.46%, alcançando um total de 5.264 meninos, mas seguido de perto por Alessandro, com 2.44% do total, chegando a 5.229 meninos. Não mudou muito a preferência das mães italianas em relação ao ano de 2019, mas vemos que o nome Mattia aparece em 2020 na quinta posição, nome esse que não aparecia em 2019.

Natalidade segue em queda livre na Itália

Segundo dados do ISTAT , a Itália computou 15 mil nascimentos a menos em 2020, em relação à 2019. Dados já indicam que em 2021, não será diferente. Segundo o especialista em demografia Alessandro Rosina, Professor titular de Demografia e Estatística Social da Universidade Católica de Milão, mesmo antes da crise de saúde, a Itália era um dos países da Europa com menos jovens, e com maior redução de mulheres em idade reprodutiva. Todos os aspectos acentuados pelo impacto da pandemia. Para reverter a tendência, antes que seja tarde demais, é necessário alinhar urgentemente as políticas familiares italianas com o melhor das experiências europeias.

O futuro demográfico na Itália.

Menos residentes, mais idosos, famílias menores.

Ainda, segundo o ISTAT , As previsões sobre o futuro demográfico na Itália mostram um quadro potencial de crise. A população residente está diminuindo : de 59,6 milhões em 1º de janeiro de 2020 para 58 milhões em 2030, para 54,1 milhões em 2050 e 47,6 milhões em 2070. A proporção entre jovens e idosos será de 1 para 3 em 2050, enquanto a população em idade ativa cairá em 30 anos de 63,8% para 53,3% do total. A crise demográfica na área: dentro de 10 anos, 81% dos municípios terão sofrido um declínio populacional, 87% no caso dos municípios da zona rural.

Prevê-se que o número de famílias cresça, mas com um número médio de membros cada vez menor. Menos casais com filhos, mais casais sem : em 2040, uma em cada quatro famílias será composta por um casal com filhos, mais de um em cada cinco não terá filhos.

Ocorreu um erro ao carregar os dados. Por favor, reinicie o site. Reiniciar... 🗙