Seja muito bem-vindo à
Casa do Imigrante Italiano






Sobrenomes italianos no RS

As colônias Conde d'EU e Dona Isabel
Conheça um pouco dessa história
A Imigração Italiana no RS

Vista da colônia Conde d'EU

Abaixo, vista panorâmica da ex-colônia de imigrantes italianos Conde d'EU, atualmente, município de Garibaldi, RS. Foto de autoria não identificada mostra a vista da antiga colônia, em meados de 1885.

Foto por Arquivo Histórico Municipal João Spadari Adami
Vista panorâmica da antiga colônia Conde d'EU

Recorte da planta da colônia Conde d'EU

Abaixo, um recorte da planta da ex-colônia de imigrantes italianos Conde d'EU, atualmente, município de Garibaldi, RS. Essa planta é uma cópia digital do acervo da Biblioteca Nacional.

Foto por Arquivo Histórico Municipal João Spadari Adami
Recorte Plana da antiga colônia Conde d'EU
Veja a planta das grandes colônias do RS.
A colônia Conde d'EU, 1883
Bollettino Consolare." vol. XIX. Marzo 1883. Ministero degli Affari Esteri. Roma, Liberia dei Fratelli Doera. pág. 297-320
Limites
Divisão administrativa

As linhas da colônia Conde d'EU

Abaixo, o mapa das linhas da planta da ex-colônia de imigrantes italianos Conde d'EU, atualmente, município de Garibaldi, RS.


Mapa das linhas da antiga colônia Conde d'EU
Sede e política
Igrejas e residências

A Igreja de Santo Antônio - Cezeta - foi utilizada até 1902, quando deu lugar à atual Igreja de São Caetano, de Linha Presidente Soares

A Igreja de Santo Antônio, popularmente conhecida como Cezeta, está localizada em Linha Presidente Soares, no interior de Garibaldi. Esta pequena capela é a igreja mais antiga de Garibaldi e, segundo pesquisas, pode ser a igreja mais antiga da colonização italiana no Rio Grande do Sul. Segundo Vicente Silveira, membro do Conselho Municipal do Patrimônio Histórico, Artístico e Cultural de Garibaldi – COMPHAC, a igreja data do primeiro período da pedra bruta, ou seja, ela foi erguida com pedras do próprio local, na década de 1880.

Foto por Arquivo Histórico Municipal de Garibaldi, RS.
Vista da igreja mais antiga da colonização italiana
A colônia Dona Isabel, 1883

Vista do Centro de Bento Gonçalves no dia 9 de maio de 1915. À esquerda o atual Palácio Municipal.

Em 1875 inicia a imigração italiana na Encosta Superior do Nordeste, originando as Colônias de Dona Isabel (hoje Bento Gonçalves), Conde D` Eu (hoje Garibaldi) e Nova Palmira (hoje Caxias do Sul). A Colônia Dona Isabel (Bento Gonçalves), criada em 1870, já era conhecida como Região da Cruzinha, devido a uma cruz rústica, cravada sobre a sepultura de um possível tropeiro ou traçador de lotes coloniais. Era época do escambo, da troca de mercadoria por mercadoria. A Colônia Dona Isabel sediava um pequeno comércio no qual os tropeiros faziam paradas para descanso.

Foto por Acervo: Museu do Imigrante
E aí? O que achou dessa história?
Deixe seu comentário!


Curta! Compartilhe!
Notas
Saber mais
Deixar um recado Certidões brasileiras

O dia nacional do imigrante italiano

Certidões italianas